Feeds:
Artigos
Comentários

Seiça no Livro “Marinha das Ondas na História e na Lenda” de Manuel Cintrão

Seica_no_livro_Marinha_das_Ondas_na_Historia_e_na_Lenda_capa

Seica_no_livro_Marinha_das_Ondas_na_Historia_e_na_Lenda_indice

Seica_no_livro_Marinha_das_Ondas_na_Historia_e_na_Lenda_MosteiroSeica_no_livro_Marinha_das_Ondas_na_Historia_e_na_Lenda_Cintrao

Manuel da Costa Cintrão, natural de Marinha das Ondas, nasceu a 30 de Junho de 1948.

Aos 12 anos de idade obteve um primeiro prémio com pintura a óleo “Praia da Leirosa”, na I Exposição de Arte Infantil (1961) que esteve patente ao público nos salões da centenária Assembleia Figueirense.
Radicado em Lisboa desde 1972, é funcionário na EFACEC, Divisão de Alta Tensão – departamento Técnico de Centrais Hidroeléctricas e Subestações.
Fundador e ex-dirigente da Casa do Conselho da Figueira da Foz, em Lisboa. Tomou posse como elemento da Comissão Instaladora, no Salão Nobre dos Paços da Concelho da Figueira da Foz, a 15 de Outubro de 1983.
Foi eleito para a primeira direcção a 9 de Fevereiro de 1985.
Tem colaborado na Imprensa Regional – A Voz da Figueira, O Figueirense, Barca Nova e Mar Alto. Contudo, a colaboração mais activa foi prestada ao Mar Alto (I série).

O livro “Marinha das Ondas na História e na Lenda”, foi editado em 1988 pela Câmara Municipal da Figueira da Foz.

livro_Misterios_de_Seica_de_Eurico_Silva

Capa do livro Mistérios de Seiça de Eurico Silva.
Autora da capa: Ana Rute Costa

Será também apresentado no dia 15 Agosto às 17h na Feira do Ano em Seiça.

No passado dia 30 de Julho de2016, pelas 21,30 horas na Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Torneira e Serrião foi a primeira apresentação do livro Mistérios de Seiça, escrito por Eurico Silva.

O local de lançamento está relacionado com a sua proximidade com o Vale de Seiça e com as populações da Borda do Campo para quem a capela e o convento assumem especial significado.
A apresentação será feita pelo Dr. Manuel Carraco dos Reis, natural da Borda do Campo mas residente em Montemor, povoação com a qual a história de Seiça está muito relacionada, especialmente no papel do Abade João na sua fundação.
No livro, além de outros temas, o autor tenta vislumbrar um esclarecimento para a construção de uma capela de planta octogonal, templária, em frente de um convento da Ordem de Cister.
Além disso, é abordado o valor das lendas, a sua hipotética função na política portuguesa de emancipação da Espanha no período filipino, os fundamentos das lendas de Seiça, a importância económica do convento no tecido social da região, nomeadamente no comércio nas feiras.

A igreja ou capela de base octogonal evoca e anseia pelo retorno aos primórdios e à pureza do cristianismo primitivo dos apóstolos em Jerusalém, à Virgem Maria, ao Nascimento de Jesus, aos milagres de Jesus, à sua ressurreição e ascensão ao Céu, ao martírio, opções de vida que nos são sugeridas pelos quadros que enformam a Charola do Convento de Cristo em Tomar.
O templo octogonal incita à acuidade de princípios morais e religiosos, a uma vida tão exemplar quanto a exigida pela mensagem evangélica.
Face ao descontrolo moral que subsistia em Seiça, era necessário que a vida no interior do convento de Seiça fosse alvo uma reforma total, um retorno à mística e ao decoro iniciais, uma modificação radical dos costumes dos frades, de modo a que se tornassem testemunho vivo de Cristo, de evangelização.

A História deve ser, entre as ciências, uma das que mais debita inverdades.
Frequentemente, constrói-se e apresenta-se deformada pela política, pelas autoridades religiosas, por interesses económicos pessoais ou colectivos, até ou pelas convicções ideológicas do próprio historiador.
Salvo algumas excepções ultimamente publicadas, o que se conta, oralmente e por escrito, ou até pictoricamente sobre Seiça, não foge à regra.
Diremos a título de exemplo que não passa pela cabeça a ninguém que um exército cristão de há mais de mil anos hasteasse uma bandeira que só viria a surgir no século XVI, ou que a armadura de D. Afonso Henriques se parecesse com a de D. Sebastião.
A cultura de um povo não pode entretanto envergonhar-se dos mitos, das lendas, do seu imaginário colectivo.
Mas também não deve recear uma interpelação mais objectiva aos fundamentos, nem deixar de tentar inclusivamente investigar as suas origens. Mesmo que isso pareça contrariar o que nos parece mais belo e deleitante.

Textos retirados o Facebook do autor.
https://www.facebook.com/carloseurico.silva?fref=ts

Leitura Encenada do Livro Mistérios de Seiça


Publicado a 31/07/2016
Autor do Livro Eurico Silva
Actores: Ana Paula Veloso, Rui Féteira e Vítor Silva
Encenadora: Ana Madureira

 


Publicado a 01/08/2016
Pelo Dr. Manuel Carraco dos Reis
Autor: Eurico Silva
Onde: Acdr daTorneira‑Serrião, 30 Julho 2016

A venda do livro reverte a favor da SMS – Associação dos Amigos do Convento de Santa Maria de Seiça.

Preço: 10€
Envio à cobrança: 15€
Entre em contacto via email
smseica@gmail.com

Veja como decorreu o Lançamento do livro aqui

Apoios:
Junta Freguesia do Paião

Fazer exercício, conhecer um sítio novo, ver a paisagem, ajudar, divertir-se… qualquer motivo é bom para participar na Caminhada dos Finalistas da EB1 da Borda do Campo, Rota de Seiça 10 de Abril 2016.

Clique nas fotos para ver em grande.

 

 

 

Clique para ver fotos de Célio Pedrosa em:
https://www.facebook.com/celio.pedrosa/media_set?set=a.1015402531886070.1073741837.100002489979500&type=3&pnref=story

Clique para ver fotos de A Ramos L Albano em:
https://www.facebook.com/anita.ramos.7165/media_set?set=a.1108562742523884.1073741842.100001105064579&type=3&pnref=story

Fotos Aéreas do Mosteiro de Seiça, gentilmente cedidas por Emanuel Lopes, tiradas com um drone.

Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_01
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_02
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_03
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_04
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_05
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_06
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_07
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_08
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_09
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_10
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_11
.
Mosteiro_de_Seica_Fotos_Aereas_12

Mosteiro de Seiça na Revista Digital Passear Nº46, paginas 8 e 9.
.
Mosteiro_de_Seica_Revista_Digital_Passear_N46_Versao_Gratuita_de_Lobo_do_Mar_Lda_
.
Mosteiro_de_Seica_Revista_Digital_Passear_N46_Versao_Gratuita_de_Lobo_do_Mar_Lda
.
ISSUU – Revista Digital Passear Nº46 Versão Gratuita de Lobo do Mar, Lda
http://issuu.com/editora_lobodomar/docs/passear46vg

O Mosteiro de Santa Maria de Seiça das Origens aos alvores da Moderninade, livro de António Ferreira Cabete.
Livro_Mosteiro_de_Seica_Antonio_Cabete
.
Antonio Ferreira Cabete, apresentou o livro, no dia 7 de novembro, pelas 18:00h, no Museu Municipal da Figueira da Foz.
.
Livro_Mosteiro_de_Seica_Antonio_Cabete_1
.
Livro_Mosteiro_de_Seica_Antonio_Cabete_2
.
Livro_Mosteiro_de_Seica_Antonio_Cabete_3
.
AP_capa_livro_v9_Final_1
.
AP_capa_livro_v9_Final_2
.
O livro apresentado é a continuação do trabalho realizado para a Dissertação de Mestrado em História, na especialidade de Idade Média, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra em 2014.
“O trabalho que ora se apresenta evidencia o crescimento da ordem de Cister, a marca que deixou na Europa ocidental do século XII e seguintes, e o importante contributo que os monges agrários deram na construção do Portugal da Reconquista Cristã. Contudo, o principal objectivo é o estudo do mosteiro cisterciense de Santa Maria de Seiça, cuja evolução nos surge como um bom modelo desta dinâmica: soube captar do poder real e de outros doadores, extensas áreas, atrair povoadores para brenhas inóspitas, fazendo delas terras férteis e produtivas, que tão generosamente alimentaram os seus celeiros, satisfizeram as necessidades locais e forneceram excedentes ao reino. Num outro plano, soube gerir a complexa teia de relações regionais, nacionais e internacionais, contribuindo, decisivamente, para o progresso da região em que se implantou. Procurámos identificar os elementos da comunidade conventual que mais se destacaram nestas grandiosas e complexas acções. Ao longo da documentação arrolámos cerca de uma centena de nomes, entre abades, priores, monges e outros oficiais que foram determinantes no desenvolvimento a que assistimos e que foram os principais obreiros na transformação verificada no mítico vale de Seiça. No entanto, uma vida duradoura traz sempre alguns obstáculos. Os sete longos séculos de vida, arrastaram consigo enormes vicissitudes. Não resistiram incólumes à crise monástica da Baixa Idade Média, e passaram, durante três anos, pela extinção (anexação). Porém, em 1559, no âmbito do movimento reformista, recuperaram a sua antiga dignidade, tendo conhecido um novo esplendor, que se manteve até próximo da extinção geral, de todas as ordens religiosas em Portugal, em 1834. Daremos conta das múltiplas acções que os responsáveis do mosteiro tiveram de desencadear e estabeleceremos o necessário fio condutor entre si: cartas de povoação, aforamentos, contendas, concórdias, dificuldades e percalços de vária ordem.”
https://estudogeral.sib.uc.pt/jspui/handle/10316/27970

.
Um pequeno resumo da ligação de António Ferreira Cabete a Seiça:

António Cabete, um apaixonado por história, conta à SIC, no início deste vídeo, as façanhas e aventuras do Abade João contra os mouros, bem como a origem do Mosteiro de Santa Maria de Seiça e da Capela de Nossa Senhora de Seiça.

Video da SIC “Abandonados” sobre o Mosteiro de Seiça

O vídeo também está disponível no site da SIC:
http://sicnoticias.sapo.pt/programas/abandonados/2015-01-11-O-Mosteiro-de-Santa-Maria-de-Seica-na-Figueira-da-Foz

.

Imagens da entrevista com Pedro Mourinho (SIC)

Antonio_Ferreira_Cabete_SIC_Seica_
.

No passado dia 4 de Julho, numa caminhada pela Rota de Seiça com o Grupo de Caminheiros de Cantanhede, o Dr. António Cabete fez uma explicação da história local.

Rota_de_Seica_SMS_02
Fotos da SMS (http://smseica.weebly.com/rota.html)


Convento / Mosteiro de Santa Maria de Seiça (Figueira da Foz)
Publicado a 16/03/2015
http://www.solagasta.com
Percursos Pedestres, Caminhadas, Pedestrianismo, Trilhos, Passeios, Trekking, Hiking…em Portugal

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 27 outros seguidores